quarta-feira, 16 de abril de 2014

O meu clamor por liberdade

Sei que flores murcham
Sei que tudo um dia acaba
Sei que o tempo é "curto"
Eu até sei que eu vou embora
Quanto o silêncio me vencer
Então "mundo", me suporte
Aguente firme a minha teimosia
Pois minha timidez prevalece
Enquanto eu puder te encarar
Vou gritar no mais alto tom
E se alguém ouvir a minha voz
Que ouça com serenidade
Esse meu clamor por liberdade

Nenhum comentário:

Postar um comentário