sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Só por hoje

Hoje eu preciso de um minuto
O silêncio deixa claro a verdade
As cortinas de papel se rasgam
Toda a história vive na eternidade
Mas eu sei como encontrar você
Eu estou indo te buscar, espere
Não deixe o tempo esquecer
O vento com o seu cheiro
Nunca vai morrer, eu posso sentir
Onde é que você está
Não preciso seguir as estrelas
Nem quero contar cada segundo
A vida mostra a hora exata
De se lidar com o mundo
Deixe que eu grito o seu nome
No meu mais profundo silêncio
Mas só por hoje me dê um minuto
Para abraçar o seu íntimo
Apenas por causa dessa saudade
Que me acompanha a alma
Agitando meu sangue, minha calma
E nesse minuto eu alcançarei
Toda a eternidade...

Nenhum comentário:

Postar um comentário