terça-feira, 29 de outubro de 2013

Quando eu gosto


Eu gosto quando
Você chega sem avisar
E chega de mansinho
Na calada da noite
Chega fazendo carinho
Gosto dos seus olhos
Encostando devagarinho
Com um aquele sorrisinho
Boca a boca bem de pertinho
Eu gosto quando me chama
A sua voz envolve meu espaço
Esqueço dos outros sons
Nada nessa hora me acanha
Quando você me assanha

Nenhum comentário:

Postar um comentário