quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Só você, de verdade


O vento sopra sem parar
A noite estava tão fria
Não pude ver as estrelas
Eu só queria me aquecer
Dormir, dormir e sonhar

O dia amanheceu
E você não está aqui
Ainda não olhei o Sol
Ouço o barulho do vento
Frio, frio, como eu

É de manha e Já é tarde
O dia segue o seu rumo
Ainda sonho, acordado
Distraído, pensando, querendo
Você, só você, de verdade

Nenhum comentário:

Postar um comentário